quinta-feira, 13 de outubro de 2011

DIA DAS CRIANÇAS


12 DE OUTUBRO, BRINCAR DE CRESCER.
Ontem, dia 12 de Outubro, foi comemorado o dia das crianças. Em muitos lares foi motivo para os almoços que reúnem as famílias, com muitos presentes a serem compartilhados acompanhados de abraços e beijos, ou seja, uma espécie de sinônimo para um dia muito feliz e repleto de muito amor. Como eu disse, em muitos lares, mas não em todos, pois alguns pequenos brasileiros brincam de ser gente grande.
Quem nunca parou em um sinal vermelho no trânsito e se deparou com uma criança vendendo algum tipo de coisa? É muito normal tal acontecimento, mas as pessoas ficam indignadas com a imagem e pensam que o lugar daquela pessoa seria na escola. Em teoria sim, mas pense um momento como seria estudar com fome ou chegar em casa e ver seus irmãos menores chorando porque não terá comida naquele dia. Qual escolha você faria, estudaria todos os dias enquanto sofre com a desnutrição ou tentaria ajudar a reverter o quadro, arrumando algum tipo de trabalho que melhorasse a situação de sua casa?
Fome e desnutrição nem são os piores problemas dos pequenos. Existem aqueles que já passaram por coisas que outras pessoas não sabem da existência até ler em um jornal uma história chocante referente àquela criança. Estupro, agressão física e moral, abandono e exploração são crimes cometidos diariamente e, geralmente, por pessoas próximas ao menor. Resultado, poucos dos criminosos são denunciados e, conseqüentemente, são punidos pelo crime cometido, o que faz com o que o menor continue recebendo os abusos sem armas para se defender.
Diversas campanhas políticas e sociais foram divulgadas na mídia alegando que as crianças são o futuro do país. Idéia bastante contraditória, pois como a maioria das crianças brasileiras representará alguma coisa se os presentes dessas são bastante comprometidos? Assim, antes de promoverem ideologias, os governantes deveriam colocar em prática projetos que melhorem as escolas públicas, com auxilio a alimentação das famílias carentes e maiores incentivos as organizações com propósitos de ensinar aos jovens uma profissão ou um esporte. Enquanto o Governo não faz tais melhorias, um traficante faz, pois ele oferece a idéia de uma espécie de proteção ao menor e proporciona um emprego que resulta em melhores condições de vida, ou seja, ilude uma criança com dinheiro e lhe apresenta o seu grande futuro mostrado nas campanhas, o caminho do crime.
Enquanto eu brincava de boneca, várias meninas já cuidavam de filhos de verdade. Enquanto eu viajava com meus amigos, várias crianças foram aviões do tráfico e morreram assim. Enquanto eu crescia e sonhava com meu príncipe encantado, diversas meninas passavam as noites se prostituindo nas ruas. Enquanto eu fiz dieta para ter um corpo bonito, várias outras crianças choraram de fome. Enquanto eu brinquei, fui muito amada por meus pais, tive meus sonhos e sorri sendo muito feliz, diversas outras crianças não puderam experimentar o gosto da infância. E isso, não foi uma opção!
Mariana Tannous Dias Batista