sexta-feira, 30 de abril de 2010

O INESPERADO, O SURREAL

Sempre disse que da vida queria o inesperado, o surreal. Conhcer pessoas novas e surpreender-me com elas. Nada melhor quando estereótipos não remetem a realidade, quando barreiras imaginárias são quebradas e amizades surgem em meio a “verdades e consequências” enfrentadas no cotidiano.



AMIZADE


(Carlos Alberto Júnior)



Certa vez, em uma conversa,


Perguntei a um sábio,


A diferença que havia


Entre o amor e a amizade,


Ele me disse essa verdade...


O amor é a sensibilidade,


A amizade é a segurança.


O amor nos dá asas,


E com elas pode‐se sair do chão.


A amizade nos coloca no chão.


Entretanto, com algumas


Simples conversas


Geradas por um decepção


Ainda desconhecida,


Nos faz flutuar, levitar


Literalmente navegar


Sobre esperanças já esquecidas


Mas que uma simples pergunta


Nos faz repensar e além disso


Coloca‐nos menos pessimistas.


No Amor há mais carinho,


Sedução, querer, desejo...


Na amizade compreensão


Na nossa, a união, de um “amor”


Com uma compreensão, uma ...


Confidencia, uma análise psicológica ...


Algo que jamais vivi.


Amizade vem faceira, veloz


E com a troca de alegria e tristeza


Torna‐se uma grande e querida


Companheira, companheira essa


Confidente, atraente, e quente (rsrsrsr)


quando a Amizade é concreta,


ela é cheia de amor e carinho.


E hoje, conversei com uma sabia


A final de contas, basta ser pensante


Para ser sabia...


Então ela me disse


Tenha um pensamento mais positivo


Larga de pessimismo


Converse , chore, grite,


Corra, faça acontecer


Então resolvi fazer de minha vida


Um livro aberto


Com paginas rabiscadas


E pontas dobradas


Que dizem e escrevem


Passagens de minha vida


Por um passado tenebroso,


Mas que assim, com conversa


AMIGA


Pode se tornar mais claro


Mais AZUL


Asseguro que foi a primeira vez


De muitas coisas,


Uma amizade, que começa na cama


Uma amizade, confiante


Uma amizade, com confidencia


Uma amizade, com decepções


O surgimento de um tratante


Que acabo com essa historia um dia ...


Mas amizade é isso ai,


Decepções, tristezas,


Realizações, felicidade


Que se iniciam em uma “consequência”


E se finalizam .... já mais se prevê !


3 comentários:

Fer Oliveira disse...

É poder confiar sem temer. Amizade é isso mesmo, é se entregar, quebrar a cara, perdoar e ser feliz! Não conhecia esse poeta, mas escreve muito bem, parabéns!

Beijos, Mari!!!

Carlos Alberto disse...

Ahh, esse poeta é surreal...

Thiago Vieira disse...

Que sejamos adoradores de uma boa amizade e de um amor de verdade. Que as pessoas possam agir conforme seus pensamentos, suas vontades e que sejam felizes assim, sem serem reprimidas pelos seus atos.